Últimas Postagens

Retenção Urinária e os cuidados de Enfermagem

A incapacidade da bexiga se esvaziar completamente é dada o nome de retenção urinária. A urina acumula-se no interior da bexiga, distendendo as paredes e causando sensação de peso, de desconforto e sensibilidade dolorosa à palpação da região supra púbica, além de irritabilidade e sudorese.

Capacidade da Bexiga:

Adulto: Varia entre 500 a 1000 ml sem representar grandes sofrimentos de sua musculatura.
- Entre 150 e 200 ml já existe sinais nervosos que indicam o desejo consciente de urinar.
- Em casos graves de retenção urinária, a bexiga chega a conter entre 2000 e 3000 ml de urina.

  Sinais e Sintomas:

- Ausência de diurese pelo espaço de várias horas;
- Distensão da bexiga (globo vesical);
- Dor intensa, sempre que a distensão da bexiga ultrapassar a capacidade normal deste órgão.

 Causas mais comum:

- Aumento da próstata; 
- Constipação, 
- Estreitamento e edema da uretra como consequência de parto e cirurgia;
- Ansiedade emocional pode afetar a capacidade de relaxamento dos esfíncteres uretrais (que são músculos de formato circular que contraem e relaxam, controlando a saída da urina).

Cuidados de enfermagem:

- Deixar o paciente confortável;
- Garantir a privacidade durante a micção;
- Abrir torneiras e chuveiros próximos;
- Molhar os pés dos clientes acamados, pois essas medidas ajudam a relaxar os esfíncteres uretrais;

Caso não se obtenha sucesso ao estimular a diurese espontânea, será necessário:
- Sondagem vesical de alívio (mediante prescrição).