Faça como Milhares de Outras Pessoas, Cadastre-se e Receba Atualizações Diretamente em seu e-mail!

Paracetamol durante a gestação pode reduzir níveis de testosterona em bebês do sexo masculino


O paracetamol, conhecido como Tylenol nos Estados Unidos e também no Brasil, é um dos remédios mais comuns utilizados para aliviar dores e reduzir febre, além de ser rotineiramente usado durante todos os estágios da gravidez.

Pesquisadores em estudo publicado na revista “Science Translational Medicine”, afirma que durante a gestação, as mulheres que tomam paracetamol por longos períodos podem colocar em risco os níveis de testosterona dos bebes (sexo masculino), o que pode acarretar possíveis problemas reprodutivos no futuro.


No estudo, os pesquisadores deram aos ratos (com traços de tecido humano) uma dose típica diária de paracetamol por um período de 24 horas ou de sete dias. Em seguida, começou a ser mensurada a quantidade de testosterona produzida pelo tecido humano após a dose final de paracetamol. Foi observado que após 07 dias de exposição ao paracetamol, a quantidade do hormônio caiu 45%.


A testosterona é um hormônio produzido nos testículos que é fundamental para a saúde do sexo masculino. O fato da testosterona ser reduzida ainda no útero materno está associado a maiores riscos de infertilidade, câncer de testículos e criptorquidia.

Os pesquisados da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, dizem que ainda são necessárias mais pesquisas para estabelecer o mecanismo pelo qual o paracetamol pode ter esse efeito. E aconselham que as mulheres grávidas devem seguir as atuais orientações de que analgésicos sejam tomados na mínima dose eficaz pelo menor período de tempo possível.






 
Enfermagem a profissão do cuidar