Faça como Milhares de Outras Pessoas, Cadastre-se e Receba Atualizações Diretamente em seu e-mail!

Colite Ulcerativa


A retocolite ulcerativa é uma doença inflamatória do cólon, intestino grosso, que se caracteriza por inflamação e ulceração da camada mais superficial do cólon. Pode afetar apenas a parte inferior do cólon, reto e é, então, chamada de proctite ulcerativa. Se a doença afetar apenas o lado esquerdo do cólon, ela é chamada de colite distal ou limitada. Se ela envolver todo o cólon, é pancolite.


Trata-se de uma doença crônica que atinge, igualmente, homens e mulheres, geralmente no começo da idade adulta, normalmente entre os 15 e 30 anos. Uma minoria dos afetados sofre seu primeiro ataque entre os 50 e os 70 anos.

Normalmente o primeiro sintoma é a perda de sangue pelo ânus (retorragia). As retorragias podem surgir de forma descontínua e isolada como acontece, por vezes, na proctite. Nas situações mais avançadas, com atingimento mais extenso frequentemente ocorre diarreia com muco, pús e sangue, vontade imperiosa de evacuar e dor abdominal. 

Na fase aguda da doença pode, também, verificar-se o aparecimento de febre, anemia, emagrecimento e dores articulares. Sendo, porém, uma doença sistêmica, podem ocorrer outras manifestações no organismo. 


Sintomas de retocolite ulcerativa:
  • Diarreia (Algumas pessoas podem ter diarreia 10 a 20 vezes por dia);
  • Sangramento retal;
  • Dor abdominal, tipo cólicas;
  • Prisão de ventre (constipação);
  • Perda de apetite;
  • Febre;
  • Perda de peso;
  • Anemia;
  • Muco / pus nas fezes;
  • Hemorragia gastrointestinal;
  • Dor nas articulações;
  • Feridas na boca (úlceras);
  • Náusea e vômitos;

Em relação a alimentação, evite produtos lácteos, produtos com alto teor de gordura, evitar fibras de alimentos crus, alimentos condimentados, álcool e cafeína podem fazer os sintomas piorarem.
  • Faça pequenas refeições, cinco a seis vezes por dia
  • Beba muito líquido
  • Considere o uso de multivitamínicos
  • Sempre e bom seguir as recomendações de um nutricionista para adaptar a dieta de acordo com suas necessidades.
Nunca se automedique. Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como dosagem e duração do tratamento.




 
Enfermagem a profissão do cuidar