Faça como Milhares de Outras Pessoas, Cadastre-se e Receba Atualizações Diretamente em seu e-mail!

Diarreia – Sintomas, Tipos e Fatores de Risco



Trata-se de uma doença comum que consiste na evacuação frequente e sem controle de fezes líquidas. Pode ser aguda ou crônica, dependendo do tempo de duração dos sintomas.

Características: 
- Aumento do número de evacuações e perda de consistência das fezes, que se tornam aguadas. 
- Uma das piores complicações da diarreia é a desidratação. 
- Adultos são mais resistentes, mas bebês, crianças e idosos desidratam-se com facilidade. 



Sintomas de Desidratação:
Boca seca, lábios rachados, letargia, confusão mental e diminuição da urina que, reduzem os níveis de dois importantes minerais: sódio e potássio.

Causas da Diarreia:
- Toxinas bacterianas como a do estafilococus;
- Infecções por bactérias como a Salmonella e a Shighella;
- Infecções virais;
- Disfunção da motilidade do tubo digestivo;
- Parasitas intestinais causadores de amebíase e giardíase;
- Efeitos colaterais de algumas drogas, por exemplo, antibióticos, altas doses de vitamina C e alguns medicamentos para o coração e câncer;
- Abuso de laxantes;
- Intolerância a derivados do leite pela incapacidade de digerir lactose (açúcar do leite);
- Intolerância ao sorbitol, adoçante obtido a partir da glicose.

Tipos de diarreia:
A causa mais comum da diarreia é a infecção por vírus, bactérias ou outros parasitas que entram no organismo, causando gastroenterite – inflamação aguda que compromete os órgãos do sistema gastrointestinal.

Diarreia comum: caracteriza-se por provocar apenas fezes soltas e aguadas. Mais comumente ocorre em crianças. Geralmente está associada a uma combinação de estresse, remédios e alimentos. Por exemplo, excesso de gorduras, de cafeína, mudança do tipo de água ingerida ou mesmo ansiedade diante de acontecimentos importantes;

Diarreia infecciosa: comum em crianças, provoca além dos sintomas da diarreia comum, febre, perda de energia e de apetite. É causada por viroses e bactérias. Se não for convenientemente tratada, pode demorar até uma semana os sintomas desaparecerem;

Amebíase: pode ocasionar desde leve dor de estômago e flatulência até febre, prisão de ventre, debilidade física e fezes aguadas com manchas de sangue. É causada por um protozoário que invade o sistema gastrintestinal transportado por água ou comida contaminada. Infecção típica dos trópicos, manifesta-se também nos habitantes de regiões de clima temperado;

Giardíase: causada pela giárdia, um protozoário, seus sintomas variam da simples dor estomacal à diarreia persistente ou à presença de fezes pastosas. Sintomas de desconforto abdominal, eructação (arroto), dor de cabeça e fadiga também podem aparecer. A giárdia espalha-se no aparelho digestivo através da ingestão de água e alimentos contaminados. Também pode ser transmitida por relações sexuais ou por excrementos;

Intolerância à lactose: algumas pessoas não conseguem digerir a lactose, açúcar encontrado no leite e seus derivados, porque não produzem uma enzima chamada lactase. Entre seus sintomas, destacam-se tanto diarreia quanto prisão de ventre, desarranjos estomacais e gases.

Fatores de risco:
Qualquer pessoa pode apresentar diarreia. Não importa o gênero nem a idade. Alguns comportamentos de risco podem levar ao surgimento da diarreia, tais como:

- Ingerir água e alimentos contaminados com fezes (humanas ou animais);
- Viajar para países que não tenham bom saneamento de água;
- Consumo exacerbado de cafeína;
- Consumo exacerbado de álcool;
- Fumo.



Atenção: a diarreia pode ser sinal de que há algo com que você deva se preocupar, sendo importante procurar um especialista para certificar-se de que não há nenhuma condição envolvida no surgimento da diarreia.

O cuidado com crianças deve ser redobrado, principalmente quando ela vem acompanhada de outros sintomas, como febre e vômito podendo levar a um problema sério de desidratação. 
Busque ajuda médica se os sintomas da criança não melhorarem em pelo menos 24 horas. 
Atentar-se para presença de sangue ou muco nas fezes e se a criança não demonstra cansaço e fica irritado facilmente.



 
Enfermagem a profissão do cuidar