Faça como Milhares de Outras Pessoas, Cadastre-se e Receba Atualizações Diretamente em seu e-mail!

Tipos de Dores de Cabeça



É estimado que 90% da população mundial já apresentou ou irá apresentar algum episódio de cefaleia (dor de cabeça) ao longo da vida.  Segundo dados médicos em todo o mundo, 40% das pessoas sofrem pelo menos uma dor aguda na cabeça ao ano

Tem pessoas que sente dor só de vez em quando, já tem outras que sofre diariamente. Em todos os casos causam uma dor que incomoda demais. 

São diversos os fatores que nos levam sofrer com isso, mas existem 5 tipos bem comuns: o causado pela sinusite, as cefaleias tensional e cervicogênica, a famosa enxaqueca e a dor da DTM (Distúrbio Temporo Mandibular). 


Vamos abaixo abordar as 5 principais:

Sinusite

É causada por uma inflamação nos seios da face, que aparece após uma infecção, um quadro alérgico ou demais fatores que atrapalhem a drenagem da secreção nasal. Ela pode ser aguda, quando os sintomas ficam presentes até 12 semanas, e crônica, quando passa desse período. As dores fazem apenas parte dos sintomas dessa inflamação.


Cefaleia tensional

Dor de cabeça tensional é uma dor difusa, bilateral (dor nos dois lados da cabeça), em pressão ou aperto, de intensidade leve a moderada, cem enjôo, com duração que pode variar de meia hora a meses ou até anos a fio, e que não pode ser atribuída a nenhuma outra doença.
Pode ser associado com dor ou tensão no pescoço ou ombros. A ansiedade pode causar essa cefaleia. É uma dor que parece nunca passar.


Cefaleia cervicogênica

As causas são diversas, mas tensão, preocupação, ansiedade e estresse são os grandes vilões, pois em decorrência desses fatores, ocorre um excesso de contratura muscular na região dos ombros, pescoço, músculo trapézio e músculos pericranianos como o temporal, masseter e occipital, causando a patologia. A dor pode ser de um lado só ou pode ser dos dois lados.
A dor começa no pescoço e pode passar para toda a cabeça.



Enxaqueca

A enxaqueca caracteriza-se por ser uma dor de cabeça unilateral (70% dos casos), pulsátil e de início gradual, que costuma ir se agravando até atingir grande intensidade. A enxaqueca piora com luz forte e barulho,  e pode vir acompanhada de náuseas, vômitos ou tonturas. As dores normalmente pioram à movimentação de cabeça e ao esforço físico. Também é comum a hipersensibilidade do couro cabeludo, causando dor com uma simples escovação dos cabelos. As crises podem durar de 4h até 72h.
Mais comum em mulheres, a enxaqueca é uma doença crônica que afeta o equilíbrio bioquímico no cérebro que envolve hormônios e neurotransmissores (responsáveis, inclusive, pelo nosso humor e comportamento), sendo comum ela andar de mãos dadas com a depressão. Como a causa é um desequilíbrio bioquímico, maus hábitos alimentares, de sono e sedentarismo podem afetar diretamente. Ah, inclusive a TPM, quando há uma alteração no organismo. A dor pode ser leve como intensa e pode ser somada à enjoos e hipersensibilidades em geral.



DTM (Distúrbio Temporo Mandibular)

O Distúrbio Temporo Mandibular é uma disfunção na musculatura da mastigação e/ou na articulação temporomandibular (ATM). Especialistas não descobriram ainda a verdadeira causa do DTM, porém, existem hábitos que aumentam o risco de desenvolvê-lo, como: roer as unhas e mascar chiclete em exagero, sofrer algum trauma no local, ter predisposição genética ou até mesmo o estresse.



Cada tipo de cefaleia tem um tratamento específico. Porém, em casos eventuais a maioria das Cefaléias são tratadas com Analgésicos comuns. Mas atenção ao uso abusivo de analgésicos (acima de dois comprimidos por semana).  Se a frequência de cefaleia for intensa procure imediatamente um Médico para conduzir certamente o seu tratamento, pois a cefaleia tem tratamento e não deve interferir em sua qualidade de vida.

FONTE: 

ACHKAR, Michelle. “Dores de cabeça: saiba os tipos, as causas e como combater”. Disponível em: < https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/doencas-e-tratamentos/dores-de-cabeca-saiba-os-tipos-as-causas-e-como-combater,18267fd8f280a310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html>. Acesso em: 02 de janeiro de 2018.

FELDMAN, Alexandre. “Cefaleia ou Dor de Cabeça Tensional”. Disponível em: < http://www.enxaqueca.com.br/blog/dor-de-cabeca-tensional/ >. Acesso em: 02 de janeiro de 2018.

FRANZONI, Michelle. “Tipos de dores de cabeça. Qual é a sua?”. Disponível em: < http://blogdamimis.com.br/2017/02/13/tipos-de-dores-de-cabeca-qual-e-a-sua/ >. Acesso em: 02 de janeiro de 2018.


 
Enfermagem a profissão do cuidar