Últimas Postagens

AFTA Causas, Sintomas e Tratamento


As aftas são lesões benignas que não costumam causar maiores problemas além do desconforto. São pequenas feridas, também podem ser chamadas de úlceras ou estomatites, que ocorrem na boca, língua ou gengiva, essas lesões benignas não causam problemas mais sérios além do desconforto e incômodo. Essa pequena ferida normalmente é branca, algumas vezes amarelada e acontece somente dentro da boca.

A afta é uma úlcera que pode surgir em praticamente qualquer ponto da cavidade oral: língua, lábios, gengiva, garganta, úvula… São lesões ovais, esbranquiçadas (às vezes amareladas), rasas e limpas, ou seja, não apresentam pus, bactérias ou outros sinais de infecção. Podem ser únicas ou múltiplas, pequenas ou grandes.


Pelo menos 20% da população sofre com aftas recorrentes, elas são mais comuns em pré-adolescentes, adolescentes e adultos jovens, tendendo a diminuir sua incidência com o passar do anos.

CAUSAS:

Algumas possíveis causas são desencadeadas por:
– Estresse;
– Traumas locais, como mordidas acidentais;
– Poucas horas de sono;
– Helicobacter pylori, a mesma bactéria que causa úlcera gástrica;
– Refluxo gastroesofágico;
– Comidas, como chocolate, café, refrigerantes, tomate e abacaxi;
– Habito de Fumar;
– Alterações hormonais durante o ciclo menstrual;
– Deficiência de algumas vitaminas e minerais, como vitamina B12, vitamina C, zinco, ferro ou ácido fólico.
– Drogas, como anti-inflamatórios, Rapamicina, Metotrexato, Aspirina e Atenolol.


Costumam surgir principalmente em pessoas com baixa imunidade:

– HIV/Aids: O vírus do HIV, que pode levar à Aids, ataca diretamente o sistema imunológico.
– Câncer: por causa do tratamento realizado com radioterapia e quimioterapia, o sistema imunológico fica mais frágil;
– Diabetes: diabéticos não tratados ou com a doença mal controlada, a saliva costuma apresentar grandes quantidades de açúcar, que encoraja o crescimento do fungo
– Infecções vaginais: o mesmo fungo causador da afta é o responsável por algumas infecções vaginais também. Apesar de não ser muito perigosa, esse tipo de infecção costumar causar mais problemas a mulheres grávidas, pois a doença pode ser transmitida ao bebê durante o parto.


SINTOMAS

Em geral as aftas duram em torno de 10 dias. Feridas abertas de pequenas proporções na boca, podem ser brancas, amarelas e com o contorno vermelho;
Dor
Leve sangramento em casa de lesão na região da afta
Desconforto, vermelhidão e ressecamento da região lateral da boca
Perda temporária do paladar.
Em alguns casos mais raros, é possível sentir febre, indisposição e inchaço na região da boca, a afta também pode passar para o esôfago, gerando mais dificuldade para o indivíduo engolir


TRATAMENTO:

Os tratamentos atuais visam acelerar o processo de cicatrização da lesão. Não existe tratamento milagroso que cura a lesão de um dia para outro.
Os medicamentos mais usados para este fim são:
– Acetonido de triancinolona (OMCILON- A ®).
– Hexomedine é destinado ao tratamento local das inflamações limitadas à cavidade oral e orofaríngea (garganta): faringites (inflamações da faringe), aftas, estomatites (inflamações da mucosa da boca) e anginas (inflamação e infecção na garganta podendo acometer as amígdalas e faringe).


Veja abaixo algumas das receitas caseiras mais famosas e eficientes:

Bicarbonato de sódio
: em bochechos ou diretamente na ferida, um porém, é que arde bastante. Este elemento serve para desinfetar o local, fazendo com que a não presença de bactérias acelere a cicatrização.


Sal: A receita consiste em misturar uma colher de chá de sal em meio copo de água morna. Em seguida, enxaguar a boca com o líquido e cuspir a água fora. Para melhores resultados é preciso repetir o processo três vezes por dia.


Água oxigenada 10 volumes: Embebede água oxigenada em um algodão e coloque diretamente na ferida. Esse método não arde, mas pode trazer alguns danos à saúde como alguns especialistas recomendam, por tanto procure não engolir água oxigenada.


Antisséptico bucal
: os antissépticos desenvolvem um importante papel na esterilização da ferida, o que podem levar a curar em menos tempo.


Chás
: algumas pessoas relatam o alívio dos sintomas e até mesmo o desaparecimento das aftas utilizando alguns tipos de chás. Um dos recomendados é o chá de camomila, deve-se fazer “bochecho” ou apenas beber o chá, de preferência sem adição de açúcar.

Prevenção:

Algumas medidas podem ajudar a prevenir a afta. Confira:
– Mantenha uma higiene bocal saudável
– Consuma iogurtes que contenham lactobacilos vivos
– Vá ao dentista regularmente
– Cuidado com a alimentação
– Evite o consumo exacerbado de açúcar.