Pular para o conteúdo principal

Amitriptilina (antidepressivo tricíclico) - Para que serve?


O Cloridrato de Amitriptilina é um antidepressivo tricíclico com funções ansiolíticas (controle da ansiedade) e calmante. Ele regula as substâncias em desequilíbrio do cérebro, portanto, serve para o tratamento da depressão, enurese noturna (urinar enquanto dorme), enxaqueca, cefaléia e casos de ansiedade generalizada.

Indicações:
O principal uso de Amitriptilina é para o tratamento da depressão, mas pode ser utilizado em outros casos como enxaqueca.
- Tratamento preventivo da Enxaqueca
- Enurese noturna
- Depressão
- Ansiedade generalizada
- Tratamento antidepressivo da esquizofrenia

A Amitriptilina é um medicamento que só pode ser utilizado sob prescrição médica. A sua compra é permitida somente por meio de receita médica.



Contra-indicações:
- Pacientes que mostraram hipersensibilidade a Amitriptilina
- Quem faz uso de monoaminoxidase
- Pessoas que usam Cisaprida
- Pacientes que estão em fase de recuperação pós infarto do miocárdio

Deve ser recomendada sob observação e cautela em pacientes:
- Que tem pressão intraocular aumentada
- Que tem glaucoma
- Pacientes com função renal comprometida
- Pacientes com função hepática comprometida
- Pessoas com histórico de convulsão
- Quem tem doenças cardiovasculares
- Pessoas com doenças endócrinas
- Quem tem alergia a ácido acetilsalicílico

Não use amitriptilina se você tiver usado um inibidor da MAO, como por exemplo o isocarboxazida e rasagilina nos últimos 14 dias. É importante informar ao médico também seu histórico de saúde e dizer se já usou outro antidepressivo. Mesmo esse remédio sendo um antidepressivo algumas pessoas com idade inferior a 25 anos tomaram o remédio e tiveram pensamentos sobre suicídio.

Composição:
O princípio ativo da Azitriptilina é justamente o nome que leva o remédio. No entanto, também são acrescentados outras coisas no medicamento antes de ser comercializado.
- Cloridrato de amitriptilina
- Excipientes: amido, ácido esteárico, celulose microcristalina, copovidona, corante laca amarelo quinolina, corante laca amarelo crepúsculo, dióxido de silício, dióxido de titânio, estearato de magnésio, fosfato de cálcio básico di-hidratado, lactose monoidratada, hipromelose, macrogol
- Corante amarelo tartrazina

Como tomar – POSOLOGIA
A recomendação inicial é de que os pacientes ingiram doses pequenas sempre à noite antes do jantar ou ao deitar. A medida do tempo ficará à critério do médico o aumento da substância, que geralmente, é de 75mg no início do tratamento e pode ser aumentada até no máximo 150mg diárias.

Para pacientes hospitalizados a dosagem varia de 100mg a 200mg por dia, de acordo com o necessário. São poucos os pacientes que chegam a precisar de 300mg diárias.

Adolescentes e idosos não devem ultrapassar os 50mg. Podem ser feitas em dose única ou duas vezes ao dia, de preferência durante a noite ao deitar para dormir.

Para tratar enurese noturno em crianças é recomendado 25 mg a 50mg. Os efeitos podem ser sentidos logo nas primeiras utilizações.

Amitriptilina para Crianças
Este medicamento pode ser recomendado para crianças, principalmente por conta da enurese noturna. Apesar de constar na bula uma medicação para resolver a urina na cama sempre consulte um médico para saber se não  há outras formas de solucionar o problema antes de iniciar coma medicação.

Amitriptilina ENGORDA?
Pelo contrário, este medicamento pode causar o emagrecimento. Se você está tratando a depressão é preciso ficar atendo a situação de emagrecimento, pois em muitos casos é possível desenvolver anorexia ou distúrbios alimentares. Além  de consultar um médico também deve frequentar uma nutricionista, afinal, a desnutrição também é um dos fatores que dificulta o tratamento da depressão.

Apesar do emagrecimento ser mais comum o ganho de peso está entre um dos efeitos colaterais do medicamento. Acontece que tudo vai depender da resposta que o organismo dá ao remédio, por tanto, uma das reações é o inchaço devido alterações no sistema linfático.

Se você consome ou conhece alguém que faz uso do Cloridrato de Amitriptilina tenha muita atenção na alimentação.

Cuidados de enfermagem:
- Instrua o paciente a tomar a medicação conforme recomendado e não interromper o tratamento, sem o conhecimento do médico, ainda que melhore.
- Informe ao paciente as reações adversas mais frequentes relacionados ao uso da medicação. 
- A medicação deve ser administrada a noite para evitar sonolência durante o dia.
- O uso da medicação não deve ser suspenso subitamente ou sem o conhecimento do médico.
- A medicação tem um forte efeito anticolinérgico. Os pacientes idosos podem não tolerar regimes de dose única.
- Recomende que o paciente mude lentamente de posição para minimizar a hipotensão postural, durante a terapia.
- Recomende ao paciente o uso de protetor solar e de roupas mais adequadas para evitar as reações de fotossensibilidade, durante a terapia.
- Recomende ao paciente a adoção de uma dieta rica em fibras e maior ingestão de líquidos para minimizar a constipação, durante a terapia.
- Pode causar boca seca. Enxágues orais freqüentes, balas ou gomas de mascar sem açúcar podem minimizar este efeito.
- Pode causar tontura e sonolência.
- Recomende que o paciente evite o uso de álcool e o uso concomitante de outros depressores do SNC.



Fonte Imagem: Google










Top da Semana

Cateter Venoso Central e os cuidados de Enfermagem

O cateter venoso central (CVC) é um sistema intravascular utilizado para administração de fármacos, infusão de derivados sanguíneos, nutrição parenteral, monitorização hemodinâmica, terapia renal substitutiva, entre outros. É um dispositivo que pode permanecer no paciente por longo período, minimizando o trauma associado às repetidas inserções de um cateter venoso periférico.

A cateterização venosa central é um procedimento amplamente utilizado em pacientes críticos, os quais demandam assistência à saúde de alta complexidade.
Os cuidados de enfermagem à pessoa com cateter venoso central exigem conhecimentos teórico-práticos indispensáveis para a correta manipulação e manutenção desse dispositivo, evitando complicações que poderão ser de enorme gravidade, retardando a recuperação ou mesmo, elevando as taxas de óbito, tanto de adultos como crianças.
Locais de inserção: As veias jugular interna, subclávia e femoral são as escolhidas para a inserção do CVC. Apesar de sua utilização em pacien…

Drenos e os cuidados de Enfermagem

Algumas cirurgias exigem a necessidade da colocação de drenos para facilitar o esvaziamento do ar e líquidos (sangue, secreções) acumulados na cavidade.
Dreno pode ser definido como um objeto de forma variada, produzido em materiais diversos, cuja finalidade é manter a saída de líquido de uma cavidade para o exterior.
As indicações para colocação de controle de drenos são específicas para cada tipo de dreno. 
Podem ser classificados em: 
- Dreno aberto, ex.: penrose; 
- Dreno de sucção fechada; 
- Dreno de reservatório; 
- Cateteres para drenagem de abscesso.



Dreno de Penrose 
É um dreno de borracha, tipo látex, utilizado em cirurgias que implicam em possível acúmulo local de líquidos infectados, ou não, no período pós-operatório. Seu orifício de passagem deve ser amplo e ser posicionado à menor distância da loja a ser drenada, não utilizando o dreno por meio da incisão cirúrgica e, sim, por meio de uma contraincisão. 
Para evitar depósitos de fibrina que possam obstruir seu lúmen, o dreno de p…

Cuidados com a Gastrostomia

Gastrostomia e jejunostomia são procedimentos cirúrgicos para a fixação de uma sonda alimentar. Um orifício criado artificialmente na altura do estômago ou na altura do jejuno, objetivando uma comunicação entre a cavidade do estômago e a parede do abdômen.
O alimento pode ser administrado por uma bomba infusora ou através de seringa (alimentação em bolus). O preparo e "porcionamento" da dieta terá que seguir rigorosamente a orientação dada pelo nutricionista ou nutrólogo.
A higiene é fundamental para minimizar a contaminação da dieta e consequentes complicações gastrointestinais. Antes do preparo da dieta, é necessário realizar a lavagem adequada das mãos, dos alimentos e de todo material que será utilizado, bem como dos utensílios e da bancada onde haverá a manipulação. Depois da lavagem, recomendamos friccionar álcool a 70% na bancada e utensílios.

Arrumação de leito hospitalar

A técnica tem como função proporcionar repouso, conforto e segurança ao cliente. O cliente (paciente) é o elemento principal de qualquer instituição de saúde. 
Considera-se paciente todo o individuo submetido a tratamento, controle especiais, exames e observações medicas. O paciente procura o hospital quando atingido pela doença, cria nele angustia, inquietação, que leva a exagerar o poder e conhecimento sobre os profissionais que o socorrem, muitas vezes torna-se difícil o tratamento do doente, originando problemas de relacionamento (paciente pessoal).
Quando uma pessoa esta doente, precisa de ajuda para muitas das tarefas que habitualmente realiza sozinha. Parte do trabalho das pessoas que se dedicam, ao cuidado do paciente em um hospital é manter agradável o local que o cerca. Ficar em quarto limpo e com tudo em ordem ajudará o paciente a sentir-se melhor e tornará sua permanência no hospital mais agradável.
O leito é um fator importante na obtenção de repouso e conforto, sendo impres…

Tipos de Curativos

Curativo: é o tratamento utilizado para promover a cicatrização da ferida, proporcionando um meio adequado para esse processo. A escolha do curativo depende do tipo de ferida.
Curativo ideal  - Manter alta umidade entre a ferida e o curativo;  - Remover o excesso de exsudação, evitando a maceração dos tecidos próximos; - Permitir a troca gasosa;  - Fornecer isolamento térmico;  - Ser impermeável as bactérias;  - Estar insento de substâncias tóxicas;  - Permitir sua retirada sem ocasionar lesão por aderência.


Tipos de Curativos  Existem, atualmente, muitos tipos de curativos, com formas e propriedades diferentes. É importante antes da realização do curativo, a avaliação da ferida e aplicação do tipo de curativo que melhor convier ao estágio que se encontra, a fim de facilitar a cura.
- Alginatos;  - Carvão Ativado; - Hidrocolóide; -  Hidrogel - Filmes;  -  Papaína;  -  Antissépticos;  -  Ácidos Graxos Essenciais
Alginatos: são indicados para feridas exsudativas, com sangramento, limpas ou infectadas, agud…