Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

Bulhas Cardíacas

As bulhas cardíacas são os sons que ocorrem após o fechamento das válvulas que constituem as valvas cardíacas. Os sons característicos das bulhas cardíacas não são provocados pelo fechamento das válvulas mas devido à vibração das válvulas tensas, das paredes do coração, dos grandes vasos e do sangue.
As vibrações são propagadas às paredes do tórax e podem ser ouvidas com o auxílio de um estetoscópio. A primeira bulhaocorre após o fechamento das valvas atrioventriculares ou tricúspide e mitral. A segunda bulha ocorre após o fechamento das valvas pulmonar e aórtica e o som é provocado pelo estiramento elástico das grandes artérias que causa a rápida movimentação do sangue ao mesmo tempo em sentido anterógrado e retrógrado provocando reverberação audível.

Fluxo Sanguíneo Muscular e a Circulação Coronária

O controle local do fluxo sanguíneo muscular está ligado à necessidade de consumo de oxigênio, o que provoca alterações como a vasodilatação causada principalmente pela liberação de adenosina. O sistema nervoso também controla o fluxo sanguíneo muscular através do simpático, que provoca a liberação de norepinefrina causando vasoconstrição ao agir sobre os receptores alfa das células musculares lisas das arteríolas.
A vasoconstrição pode reduzir sensivelmente a irrigação sanguínea. Durante o exercício, o sistema simpático eleva o débito cardíaco e a pressão arterial. As artérias coronárias realizam quase a totalidade do suprimento sanguíneo do coração, enquanto uma pequena porção da superfície interna das câmaras cardíacas absorve nutrientes diretamente do sangue encontrado nas câmaras.

Os Rins e a Regulação da Pressão Arterial

O aumento de líquido intravascular aumenta a pressão arterial. A presença de sódio na circulação sanguínea produz aumento da volemia por aumentar a osmolalidade. O aumento da osmolalidade estimula o centro da sede no hipotálamo e aumenta a produção de hormônio anti-diurético.
A estimulação do centro da sede faz o indivíduo beber água em quantidade suficiente para diluir o sal até a concentração normal. Considerando-se estes fatores e acrescentando-se que a eliminação renal de sódio é mais lenta que a eliminação renal de água, fica fácil compreender porque a ingestão excessiva de sal aumenta mais a pressão arterial do que a ingestão de grandes quantidades de água.

Fisiologia de Membranas

Transporte de Íons e de Moléculas Através da Membrana Celular
Os meios intra e extracelular caracterizam-se por apresentarem diferentes concentrações de substâncias como íons e outros metabólitos, do que depende a manutenção das diversas funções celulares. É conhecido o fato de que o meio extracelular está em constante movimento transportando moléculas e fluidos a todas as regiões do corpo, sendo necessária a comunicação e troca de materiais entre os meios extra e intracelular.
O metabolismo e manutenção da vida está diretamente relacionado com essas trocas de substâncias e as diferentes concentrações características de cada estrutura possuem grande relevância no que se refere ao êxito funcional e homeostático. Existem diversos mecanismos que facilitam ou dificultam a passagem de substâncias nos dois sentidos entre os meios intra e extracelular. Esses mecanismos podem ou não envolver gasto de energia, apresentando cada um sua especificidade quanto ao tipo de substância a ser transportad…

ENTEROPATIAS: relação entre a existência e a prevalência dessas doenças com a carência de vitamina A

Pobreza, carência de informações, orientações, e avitaminoses podem influenciar na epidemiologia das enteropatias de muitas maneiras. Favorece a presença de reservatórios animais, garante uma transmissão contínua, facilita formas atípicas de espalhar o agente infeccioso aumentando as chances de retro infecção e reinfecção.  
Continuando isso resulta em uma preeminência extremamente elevada e intensidade de infestação e morbidade expressiva. O estigma, a falta de cuidados de saúde e possíveis dificuldades de acesso, deficiências nutricionais parece ser as razões pelas quais doenças infecto parasitarias continuam sua progressão e o tratamento inexiste ou é precário.
Visto sob essa ótica torna-se inevitável a mudança de paradigmas, de um olhar e de um novo “agir” no enfrentamento dos desafios. Desigualdade e negligência parecem ser as principais forças motrizes que insistem em manter a carga das doenças enteroparasitárias em um nível insuportavelmente alto.

Uso de Esteroides Anabolizantes: benefícios ou malefícios

Esteróide anabolizante é qualquer droga quimicamente relacionada com a testosterona, um hormônio masculino que promove o crescimento muscular. Esteróides (classe de droga), anabolizantes (construtor de tecido) androgênicos (promove características masculinas). (SILVA,  DANIELSKI  e CZEPIELEWSKI).
De acordo com alertas de cardiologistas a substância costuma ser usada quando se quer ganhar massa muscular em pouco tempo, até porque é usado também sem orientação médica. Conforme informações do dia a dia, essa prática é adotada por pessoas que desejam adquirir massa muscular rápido. Além de causar problemas hormonais e infertilidade, os anabolizantes provocam doenças cardíacas. 
De acordo com Brasil, "No caso dos anabolizantes, o músculo cardíaco fica mais espesso, por isso a cavidade cardíaca diminui. Como consequência, o indivíduo desenvolve hipertensão. Como quem toma anabolizante não admite usar a droga, os especialistas têm um problema a mais nas mãos: não se sabe o tamanho exato d…