<data:blog.pageTitle/> <data:blog.pageName/> | Enfermagem a Profissão do Cuidar

Síndrome de Burnout

Nos dias de hoje, ter estresse é normal e até nos ajuda a tomar certas decisões na vida pessoal. Ter um pouco de estresse, pode até ser p...

Nos dias de hoje, ter estresse é normal e até nos ajuda a tomar certas decisões na vida pessoal. Ter um pouco de estresse, pode até ser positivo... mas quando chega ao ponto máximo, é extremamente prejudicial.

Burnout é uma síndrome psicológica que se desenvolve devido a presença crônica de estresse relacionado ao trabalho. É composta de três vertentes: a exaustão emocional, despersonalização e a diminuição de realização profissional.  Está mais presente em pessoas que executam algum tipo de atividade em que é necessário o relacionamento com pessoas de forma mais direta e próxima.

A síndrome se desenvolve com maior frequência em profissões em que o 
contato e a relação pessoal estão ligadas a outras pessoas. E como já é conhecido por todos, a enfermagem é a ciência desempenhada para cuidar do outro.

O termo burnout significa que o desgaste emocional danifica os aspectos físicos e emocionais da pessoa, pois, traduzindo do inglês, burn quer dizer queima e out exterior. Embora já se venha falando sobre o assunto há décadas, no Brasil as discussões em torno da síndrome tornaram-se mais fortes nos últimos anos.



SINTOMAS

Problemas de relacionamento com colegas, clientes e chefes, a falta de cooperação entre os colegas de trabalho, de equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal e também de autonomia são grandes causadores do nível máximo de estresse.

Os sintomas mais expressivos são: crescimento da fadiga constante, distúrbios de sono, dores musculares, dores de cabeça e enxaquecas, problemas gastrointestinais, respiratórios, cardiovasculares. Em mulheres, as alterações no ciclo menstrual são um sintoma físico importante. Além desses, existem sintomas psicológicos como: dificuldade de concentração, lentificação ou alteração do pensamento, sentimentos negativos sobre o viver, trabalhar e ser, impaciência, irritabilidade, baixa autoestima, desconfiança, depressão, em alguns casos paranoia.

A partir desses sintomas, o sujeito acometido pela Síndrome de Burnout desenvolve comportamentos como: negligência ou perfeccionismo, agressividade nas relações cotidianas, perda da flexibilidade emocional e da capacidade de relaxar e planejar. Além disso, tende ao isolamento, à perda de interesse pelo trabalho e outras atividades.

No dia-a-dia, a pessoa fica ainda arredia, isolada, passa a ser irônica, cínica e a produtividade cai. Muitas vezes, o profissional acredita que a melhor opção seja tirar férias; entretanto, quando volta, descansado, retoma a postura anterior.

Causas da Síndrome de Burnout

- Insatisfação e falta de reconhecimento profissional;
- Longas jornadas de trabalho;
- Número insuficiente de profissionais (sobrecarga de trabalho);
- Alta exposição do profissional à riscos físicos e químicos;
- Desgaste provocado pelo constante contato com os pacientes;
- Sofrimento e a morte;
- conflitos interpessoais;
- Achatamento salarial;
- Alta responsabilidade que a profissão exige;
- Complexidade do cuidado de enfermagem;
- Alta demanda de pacientes;
- Falta de apoio e de motivação;
- Ambiente insalubre.
- Exigência de maior produção
** aumento de produtividade faz com que o trabalhador despenda mais tempo ao trabalho, e consequentemente se afaste das atividades como laser, convívio social e familiar. Isso influencia na qualidade de vida do profissional e afeta sua saúde.



DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Para detectar a síndrome, deve-se fazer um exame minucioso e analisar se os problemas enfrentados estão relacionados ao ambiente de trabalho ou à profissão. O ideal é procurar um especialista no tema e fazer exames psicológicos. É necessário avaliar se é o ambiente profissional que causa o estresse ou se são as atitudes da própria pessoa que passam a ser o estopim.
Existem três focos durante o tratamento psicoterápico: a relação com a profissão, o ambiente de trabalho e o trabalho com foco nos sintomas – por exemplo, a dificuldade de concentração.

Junto à terapia, os especialistas aconselham melhorar a qualidade de vida, prevenir o estresse, garantir boa saúde física, dormir e alimentar-se bem, praticar atividades físicas e manter hobbies e interesse pela vida social.

Com relação ao uso de medicamentos, o tratamento normalmente associa-se a antidepressivos e ansiolíticos. Este tratamento deve estar vinculado ao acompanhamento psicológico, que potencializa os efeitos do uso de medicamentos através da ressignificação e da retomada dos sentidos da história de vida do sujeito. Além desses, o acompanhamento médico e a alteração de hábitos são dimensões importantes. O encaminhamento para novas práticas cotidianas como exercícios físicos e de relaxamento é de extrema importância.

Nome

Auditoria,8,Centro Cirúrgico,20,Dicas de Saúde,13,Doenças,34,Medicamentos,25,Publieditorial,5,Relacionados à Enfermagem,101,Relacionados à Saúde,120,Técnicas de Enfermagem,37,
ltr
item
Enfermagem: Síndrome de Burnout
Síndrome de Burnout
https://4.bp.blogspot.com/-oKN3zEaNnWY/WBS6G685TbI/AAAAAAAADRU/qjJtZTuFr70Rxg1XvbLLV264nSf3TnqLACLcB/s640/Sindrome-de-burnout.png
https://4.bp.blogspot.com/-oKN3zEaNnWY/WBS6G685TbI/AAAAAAAADRU/qjJtZTuFr70Rxg1XvbLLV264nSf3TnqLACLcB/s72-c/Sindrome-de-burnout.png
Enfermagem
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2016/10/sindrome-de-burnout.html
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2016/10/sindrome-de-burnout.html
true
7506902372674157562
UTF-8
Carregar todas as postagens Nenhum post encontrado VER TUDO Continuar lendo Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS VER TUDO RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODAS AS POSTAGENS Nenhuma postagem encontrada Página Inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Oot Nov Dez Aagora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe nas redes sociais PASSO 2: Click no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Copiado para área de transferência Não pode copiar códigos / textos, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar