Nossa “DESUNIÃO, nos causa “DESVALORIZAÇÃO”


É uma triste realidade, nossa categoria é desunida. Eu que vos escrevo não me isento da culpa, também faço parte da equipe de enfermagem e por algumas vezes de uma forma ou de outra já contribui para esta triste realidade.

Somos imediatistas, e muitas vezes nós profissionais, auxiliares, técnicos e enfermeiros nos “pegamos” em determinadas situações que sem medir as consequências acabamos criticando colegas de profissão, aceitamos trabalhar por mísera remuneração, sem privar de ética repercutimos fofocas e notícias que desabonam nossos pares. Em outras palavras, nós mesmos somos os principais responsáveis por “expor” nossa profissão.



Não devemos deixar de lutarmos por nossas melhorias, ter forças para almejar conquistas, afinal somos uma categoria grande e forte, e temos poder de mudar a situação caótica em que nós profissionais da saúde nos encontramos (baixa remuneração, carga horária abusiva e vários empregos, depressão, estresse, dores articulares e emocionais).

Deveríamos nos preocupar cada vez mais com nossa formação, aprimoramento contínuo para prestar assistência de qualidade independente da estrutura do local onde trabalhamos buscar sempre fazer o melhor.  

Penso que só começaremos a mudar esta situação com o fortalecimento de nossa categoria, ter ética profissional e união, postura e comprometimento visando o bem comum. Evitar julgamentos e criticas e se preocupar na melhor assistência aos nossos clientes.

Sem a enfermagem não se faz saúde! Estamos presentes em ambulatórios, UBS, clínicas, hospitais, enfim, nos mais diversos locais que necessitam de assistência de saúde. Somos donos de mão de obra especializada, temos “dom” do cuidar, e para VALORIZAÇÃO, somente com a UNIÃO.

“Não estou generalizando, mas infelizmente é uma realidade! Não se sintam ofendidos, peço desculpas de antemão e me coloco entre a categoria”.


Contribuiu com este Artigo:


José Edval Galdino
Enfermeiro, especialista em Enfermagem do Trabalho, cursando pós graduação em Saúde Coletiva.
Contatos: e-mail: jose.enfermeiro@yahoo.com.br 
Fone: (43) 99944-1735