<data:blog.pageTitle/> <data:blog.pageName/> | Enfermagem a Profissão do Cuidar

Síndrome de Fournier – Sintomas, Causas e Tratamento

A Síndrome de Fournier (fascite necrótica perineal) é uma  infecção grave dos tecidos moles, de etiologia não totalmente esclarecida. ...


A Síndrome de Fournier (fascite necrótica perineal) é uma  infecção grave dos tecidos moles, de etiologia não totalmente esclarecida. É provocada por uma infecção bacteriana, que afeta a região genital e provoca a morte das células, levando ao surgimento de sintomas semelhantes aos da gangrena. Pode estar relacionada a focos iniciais no trato gênito-urinário ou na região anal, injeções de drogas, ferimentos do períneo e abscessos perianais. Pode ser também observada após procedimentos urológicos, ginecológicos e anais, mesmo em recém-nascidos. Há causas raras, como introdução de próteses penianas. Ocorrem doenças associadas, como diabetes melito que pode chegar até 60% dos casos. Além disso, idade avançada, hospitalização prolongada, carcinoma e alcoolismo são mencionados, além de corticoterapia, desnutrição, radioterapia, quimioterapia, imunossupressão, defeitos sensoriais, falência renal, hemodiálise, vasculite, cirrose, lúpus e SIDA.
Trata-se de uma doença mais comum em homens do que mulheres, sendo que crianças e idosos são os mais afetados devido ao enfraquecimento do sistema imune. 

Sintomas:
  • Pele avermelhada que posteriormente evolui para escurecida;
  • Dor intensa e constante;
  • Inchaço e Odor fétido;
  • Febre acima de 38ºC;
  • Causas:
  • O surgimento está relacionado com a bactérias E. Coli nos tecidos da região intima, devido falta de higiene; pequenas lesões e hematomas; pelos ou espinhas inflamadas que são porta de entrada; diabetes mellitus, obesidade (pregas na pele que acumulam bactérias); uso excessivo de álcool, cirrose, drogas, uso prolongado de antibióticos.
Tratamento:

A síndrome de Fournier não é contagiosa e tem cura, o seu tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível pois a quantidade de células mortas vai aumentando ao longo do tempo, podendo colocar em risco a vida.

O tratamento normalmente é iniciado com cirurgia para remover toda a pele e células mortas, evitando o desenvolvimento da doença. Além disso, um pedaço é enviado para o laboratório de forma a confirmar a presença da bactéria E. Coli, que é a responsável por este problema.

Nos casos mais graves, exige antibioticoterapia de amplo espectro, desbridamentos cirúrgicos e por vezes derivação do trânsito fecal e/ou urinário.
Na maioria destes casos o uso da Oxigenoterapia Hiperbárica é indicado para a diminuição do tempo de cicatrização das partes afetadas e a diminuição do sofrimento do paciente, tendo em vista que sem o uso da Oxigenoterapia Hiperbárica a cicatrização pode levar meses, o que afeta muito a auto estima do paciente. 

Cuidados de Enfermagem:

A Síndrome de Fournier é uma doença mutiladora, que acarretará problemas na auto-imagem do paciente, resultando em sentimento de perda, medo e insegurança, é de suma importância que a equipe de enfermagem, por se encontrar mais próxima ao paciente, esteja aberta ao diálogo, a fim de esclarecer suas dúvidas dando-lhe um suporte necessário.

Os cuidados de enfermagem na Síndrome de Fournier são fundamentais no tratamento, pois é necessário avaliação constante da ferida, realização de curativos e o suporte nutricional.

As intervenções da equipe de enfermagem incluem:
- Observação rigorosa para sinais de sepse (temperatura elevada, frequência cardíaca aumentada, pressão de pulso alargada e pele ruborizada e seca nas áreas não afetadas);
- Controle geral das intervenções clínicas e cirúrgicas, além de observar o surgimento de novas áreas de necrose e sinais de infecção no local;
- Realização de curativos conforme necessidade;
- Orientar paciente e família a respeito da patologia, sobre a prevenção de trauma e proteção para evitar re-infeccção.




COMENTÁRIOS

Nome

Auditoria,8,Centro Cirúrgico,21,Dicas de Saúde,13,Doenças,34,Medicamentos,25,Publieditorial,5,Relacionados à Enfermagem,105,Relacionados à Saúde,120,Técnicas de Enfermagem,37,
ltr
item
Enfermagem: Síndrome de Fournier – Sintomas, Causas e Tratamento
Síndrome de Fournier – Sintomas, Causas e Tratamento
https://3.bp.blogspot.com/--gaQICKwyUc/W1N_U2mMMKI/AAAAAAAAGVY/8u-gV9v1Dm0PErXP98nGszOXA7BOEPQjgCLcBGAs/s640/sindrome-de-fournier.jpg
https://3.bp.blogspot.com/--gaQICKwyUc/W1N_U2mMMKI/AAAAAAAAGVY/8u-gV9v1Dm0PErXP98nGszOXA7BOEPQjgCLcBGAs/s72-c/sindrome-de-fournier.jpg
Enfermagem
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2018/07/sindrome-de-fournier-sintomas-causas-e-tratamento.html
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2018/07/sindrome-de-fournier-sintomas-causas-e-tratamento.html
true
7506902372674157562
UTF-8
Carregar todas as postagens Nenhum post encontrado VER TUDO Continuar lendo Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS VER TUDO RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODAS AS POSTAGENS Nenhuma postagem encontrada Página Inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Oot Nov Dez Aagora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe nas redes sociais PASSO 2: Click no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Copiado para área de transferência Não pode copiar códigos / textos, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar