<data:blog.pageTitle/> <data:blog.pageName/> | Enfermagem a Profissão do Cuidar

Como o enfermeiro pode auxiliar no binômio mãe-bebê?

A gestação é um processo complexo, que envolve uma série de mudanças fisiológicas e físicas no organismo da mulher, podendo gerar respo...


A gestação é um processo complexo, que envolve uma série de mudanças fisiológicas e físicas no organismo da mulher, podendo gerar respostas diferentes em cada uma delas.

Existe ainda, um importante fator psicossocial atrelado, relativo à ausência de planejamento da gestação, apoio familiar e do cônjuge, situação profissional e financeira, etc.

O preparo para o momento do nascimento também pode gerar estresse, medo e ansiedade, bem como os primeiros dias que seguem o parto.

Todos estes fenômenos podem interferir na relação que existirá entre a mãe e o filho, constituindo o binômio mãe-bebê. O enfermeiro pode ser o profissional chave na construção deste processo, e a seguir, você descobrirá como isso pode ser feito!


Abordagem pré-natal

Como nem sempre as consultas obstétricas são realizadas por um médico, a maioria parte do contato com profissionais que as gestantes terão será com a enfermagem. O acompanhamento tende a ser mensal, aumentando a frequência no último trimestre de gestação.

Muito além da abordagem da situação clínica da mulher, seus medos, angústias e ansiedades devem ser abordados em todas as consultas, pois são esses fatores que irão interferir na relação que está sendo construída com o feto.

Para tanto, cabe ao enfermeiro:

1) Conhecer se a gestação foi planejada ou não, e caso não tenha sido, incentivar a busca de apoio e oferecê-lo a paciente;

2) Identificar fatores que possam identificar a presença de transtornos mentais ou sintomas que coloquem em risco a saúde do bebê;

3) Realizar o acompanhamento de todo o pré-natal da paciente, preferencialmente, sem mudança constante de profissionais, para evitar que o vínculo seja afetado.

Preparo para o parto

Cada mulher idealiza o momento do parto de uma maneira, conforme as suas experiências de vida, relato de outras mães do seu ciclo social, histórias ouvidas, e muito mais.
Este é um aspecto que deve ser abordado pela enfermagem, no intuito de conhecer as expectativas da gestante quanto a esse momento.

Além disso, as dúvidas devem ser esclarecidas, e o profissional deve-se colocar a disposição para amenizar a ansiedade que o parto pode causar.

Orientações clínicas podem ser feitas às gestantes que optarem pelo parto normal, como a prática de atividades físicas (dentro dos limites de cada uma), estímulo às relações sexuais, exercícios de fortalecimento de musculatura pélvica, e muito mais.

Estímulo à amamentação

Diversos estudos científicos já comprovaram que a amamentação, desde o primeiro dia de vida, interfere de forma positiva na relação e vínculo criados entre mãe e filho.

Sendo assim, cabe à enfermagem orientar os pais sobre essa importância, e também ensinar sobre o passo a passo do aleitamento.

Uma das dúvidas mais comuns é sobre a demora da descida de leite, e nesse sentido, a amamentação deve ser incentivada ainda que não haja a sua produção, afinal, a sucção estimulará o processo.

Contato no primeiro minuto

Quando o bebê nascer em boas condições clínicas, recomenda-se que ele seja colocado em contato com a pele materna ainda no primeiro minuto de vida, com o intuito de estimular o binômio mãe-bebê saudável e afetivo.

Obviamente, situações clínicas que contraindicarem esta prática devem ser resolvidas o quanto antes, e deve-se evitar ao máximo o distanciamento do bebê de sua mãe. 

Consultas de puerpério

Após o nascimento e a alta da puérpera, esta deverá ser orientada sobre a necessidade de retorno no 10º e 40º dias de pós-parto.

Nestes momentos, a enfermagem deve atuar na investigação de sintomas que remetam, principalmente, a depressão pós-parto, pois situações mais graves podem colocar em risco a vida tanto do bebê, quanto da mãe. 

COMENTÁRIOS

BLOGGER: 1
  1. PERFEITAMENTE RICO ESSE CONTEUDO E VALE A PENA
    GOSTEI

Nome

Auditoria,8,Centro Cirúrgico,22,Dicas de Saúde,11,Doenças,41,Medicamentos,27,Publieditorial,4,Relacionados à Enfermagem,123,Relacionados à Saúde,125,Técnicas de Enfermagem,38,
ltr
item
Enfermagem: Como o enfermeiro pode auxiliar no binômio mãe-bebê?
Como o enfermeiro pode auxiliar no binômio mãe-bebê?
https://1.bp.blogspot.com/-UgIcovZOlbg/XY--tEf2cXI/AAAAAAAAHs4/RnpPvPIy7w0LbqyyJKJYy5MxaMo4muV8gCLcBGAsYHQ/s640/estrategia_binomio_mae_bebe.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-UgIcovZOlbg/XY--tEf2cXI/AAAAAAAAHs4/RnpPvPIy7w0LbqyyJKJYy5MxaMo4muV8gCLcBGAsYHQ/s72-c/estrategia_binomio_mae_bebe.jpg
Enfermagem
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2019/09/enfermeiro-pode-auxiliar-no-binomio-bae-bebe.html
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2019/09/enfermeiro-pode-auxiliar-no-binomio-bae-bebe.html
true
7506902372674157562
UTF-8
Carregar todas as postagens Nenhum post encontrado VER TUDO Continuar lendo Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS VER TUDO RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODAS AS POSTAGENS Nenhuma postagem encontrada Página Inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Oot Nov Dez Aagora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe nas redes sociais PASSO 2: Click no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Copiado para área de transferência Não pode copiar códigos / textos, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar