<data:blog.pageTitle/> <data:blog.pageName/> | Enfermagem a Profissão do Cuidar

Como estão as vacinas contra o Corona vírus?

Como é do conhecimento e interesse de todos, a luta para conseguir uma vacina eficaz e segura contra o vírus é incansável e acelerada . Nunc...

Como é do conhecimento e interesse de todos, a luta para conseguir uma vacina eficaz e segura contra o vírus é incansável e acelerada. Nunca na história, desenvolveu-se uma vacina tão rápido! Mas diante do que estamos vivendo, que outra solução? É uma guerra mundial, e dessa vez o inimigo é invisível!

Na linha de frente do combate, os profissionais da saúde enfrentam todos os dias o medo, a angústia, a dor, as perdas, mas também carregam a esperança, a vontade e a vocação por cuidar e curar.

A notícia mais esperada começa a tomar forma, a vacina! No Reino Unido a vacinação já começou, e o mundo está como? Rezando, torcendo para que tudo dê certo

No Brasil, quatro vacinas estão em teste de fase 3: Pfizer, Oxford, Johnson e Sinovac.

Além destas, podemos destacar a vacina da Moderna (EUA) e a Sputnik V (Russia). 

Funcionamento de cada vacina

Sinovac/Butantan - A Coronavac usa cópias inativas do Sars-CoV-2 para provocar nosso sistema imunológico a produzir anticorpos que neutralizam o vírus, tecnologia que já é utilizada em outras vacinas e é algo que o Instituto Butantan tem expertise em realizar. Para ilustrar melhor, neste processo, cientistas cultivam o vírus em laboratório e depois o "matam", cientificamente, vírus não morrem, mas podem ser paralisados ou, no jargão científico, inativados. O "corpo" do vírus é capaz de gerar uma resposta imune do organismo, mas, como o Sars-CoV-2 está "morto", não há risco de a pessoa adoecer. Quando o corpo entrar em contato com o vírus na vida real, estará apto a se proteger.



Pfizer/ BioNTech/Fosun Pharma - A técnica usada nesta vacina é a do RNA mensageiro, considerada bastante inovadora. Ela consiste no uso de um pequeno fragmento do código genético do corona vírus, que é injetado no paciente, é incapaz de causar uma infecção, porém é o suficiente para produzir uma resposta imune. Caso funcione, será a primeira vacina criada a empregar o método.


Oxford/Astra Zeneca – Nessa técnica, outro vírus atua como vetor para estimular a resposta imune do organismo. Cientistas pegam o adenovírus de macaco, que causa resfriado, removem sua carga genética e deixam apenas a "carcaça". Dentro da "carcaça", inserem um pedacinho do Sars-CoV-2. Nossas células, ao entrarem em contato com o vetor, estimularão o sistema imune a produzir anticorpos contra a covid-19. Como traz a "carcaça" de outro vírus, o sistema imune pode criar uma defesa contra o adenovírus em si e reduzir a eficácia da vacina.

Johnson/Janssen – A candidata à vacina da Janssen é baseada em vetores de adenovírus sorotipo 26 (Ad26). Os adenovírus são um tipo de vírus que causam o resfriado comum – portanto, são bons transportadores em seres humanos. Ao serem modificados para desenvolver a vacina, eles não se replicam e não causam resfriado. Outra parte do processo envolve o código genético do próprio SARS-COV-2. Ele possui em sua superfície externa uma espécie de coroa, formada pelos chamados “spikes”, ou espigões, que são os responsáveis pela ligação do vírus às células do corpo humano. Para produzir a vacina candidata da Janssen, um pedaço da proteína “S”, presente nesses espigões, é colocado dentro do adenovírus (que é o vetor, ou transportador). Quando a pessoa recebe a vacina composta do adenovírus não replicante que carrega a informação genética do novo coronavírus, o corpo inicia um processo de defesa e produz anticorpos contra aquele invasor. A resposta imunológica produzida por esse processo cria então uma memória no corpo contra o coronavírus e ensina o próprio corpo a reconhecer e atacar o vírus quando a pessoa entrar em contato com ele. A empresa promete uma vacina em dose única!

Moderna - Com uma tecnologia promissora entre os imunizantes, a vacina da Moderna — assim como a candidata da farmacêutica Pfizer — adota técnicas atuais da biotecnologia para promover a imunização contra a COVID-19 e desenvolve uma vacina de RNA mensageiro. Dessa forma, o corpo começa a produzir proteínas virais, mas não o vírus inteiro, o que é suficiente para treinar o sistema imunológico para atacar o vírus da COVID-19. A ideia é que essas partículas treinem e preparem o corpo para uma eventual invasão do agente infeccioso, já que foi responsável por desenvolver uma resposta imune, a partir das células T.



Sputinik V – Com tecnologia semelhante a vacina de Oxford a Spotinik V, vacina Russa, se diferencia por ao contrario do imunizante inglês, utilizar dois vetores. Assim, o se por acaso o corpo anular um dos vetores, o outro estará lá para estimular as defesas. 



Dados das vacinas

Astrazeneca (Oxford)

  • Eficácia: de até 90% (resultado preliminar);
  • Tecnologia: vetor viral;
  • Doses: duas (foi mais eficaz no esquema meia dose + dose inteira);
  • Vantagens: mais barata, produção mais rápida;
  • Desvantagens:  poucos laboratórios têm capacidade para produzir, pode ter menor eficácia;

Janssen

  • Eficácia: ainda não foi divulgado resultado preliminar para a fase 3;
  • Tecnologia: vetor viral;
  • Doses: estudos em andamento avaliam uma dose;
  • Vantagens: mais barata, produção mais rápida, não exige armazenamento em baixíssimas temperaturas;
  • Desvantagens: poucos laboratórios têm capacidade para produzir, pode ter menor eficácia na vida real.

Gamaleya (Sputnik V)

  • Eficácia: 92% (resultado preliminar);
  • Tecnologia: vetor viral;
  • Doses: duas;
  • Vantagens: mais barata, produção mais rápida;
  • Desvantagens: poucos laboratórios têm capacidade para produzir, pode ter menor eficácia na vida real.

Pfizer + BioNTech

  • Eficácia: 95% (resultado preliminar);
  • Tecnologia: usa RNA;
  • Doses: duas;
  • Vantagens: mais rápida, menos eventos adversos;
  • Desvantagens: dificuldade logística de congelamento, tecnologia sem precedentes. É mais cara.

Moderna

  • Eficácia 94,5% (resultado preliminar);
  • Tecnologia: usa RNA;
  • Doses: duas;
  • Vantagens: mais rápida, menos eventos adversos;
  • Desvantagens: dificuldade logística de congelamento, tecnologia sem precedentes. É mais cara.

Sinovac (Coronavac)

  • Eficácia: ainda não divulgada para fase 3;
  • Tecnologia: vírus inativado;
  • Doses: duas;
  • Vantagens: tecnologia consagrada, logística já conhecida. É mais barata;
  • Desvantagens: produção mais demorada


COMENTÁRIOS

Nome

Auditoria,8,Centro Cirúrgico,22,Colunistas,2,Dicas de Saúde,11,Doenças,46,Mateus Henrique Dias Guimarães,11,Medicamentos,28,Publieditorial,4,Relacionados à Enfermagem,125,Relacionados à Saúde,124,Técnicas de Enfermagem,38,
ltr
item
Enfermagem: Como estão as vacinas contra o Corona vírus?
Como estão as vacinas contra o Corona vírus?
https://1.bp.blogspot.com/-WdZ13E8m8Fs/X9ScLoPnI5I/AAAAAAAAIrE/6ruVZ2D47R8y5wTijgpuGOSYjlvrVK2JgCLcBGAsYHQ/w640-h383/vacina_contra_covid.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-WdZ13E8m8Fs/X9ScLoPnI5I/AAAAAAAAIrE/6ruVZ2D47R8y5wTijgpuGOSYjlvrVK2JgCLcBGAsYHQ/s72-w640-c-h383/vacina_contra_covid.jpg
Enfermagem
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2020/12/como-estao-as-vacinas-contra-o-corona.html
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/
https://www.enfermagemnovidade.com.br/2020/12/como-estao-as-vacinas-contra-o-corona.html
true
7506902372674157562
UTF-8
Carregar todas as postagens Nenhum post encontrado VER TUDO Continuar lendo Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS VER TUDO RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODAS AS POSTAGENS Nenhuma postagem encontrada Página Inicial Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Oot Nov Dez Aagora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe nas redes sociais PASSO 2: Click no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Copiado para área de transferência Não pode copiar códigos / textos, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar